Uganda!

04/12/2011 — 3 comentários

“Por favor, não conte à ninguém”.

Isso foi o que disse, em meio a escuridão da rua em frente à uma lojinha, uma vendedora negra. Ficamos por 5 segundos em silêncio tentando entender o que não era pra contar pra ninguém, afinal tínhamos acabado de ver guardas armados com metralhadoras. Depois de mais uns 5 segundos em silêncio, a vendedora começou a rir e disse a menina que estava comigo: Estou apenas lendo sua camiseta!  Sim, na camisa da menina dizia “por favor, não conte a ninguém” e a gente achando que estávamos frente a alguma cena de tensão social.

Chegamos em Entebbe, a antiga capital da Uganda, alertados sobre o perigo de malária. Mesmo aconselhados a ficar no hotel, que na verdade era um resort, convidei uma das meninas para sair comigo. A cidade é deprimente. Muita pobreza e eu só não fiquei assustado, pois, desde Calcutá, acho que estou ficando com o olho acostumado com diferentes realidades.

Saímos para ir até um museu, porém como já estava anoitecendo e o trânsito muito parado, quando chegamos o museu estava fechado. Algo que chama atenção é que guardas, como o guarda do museu, usam armas grandes, não entendo de armas, mas algumas parecia submetralhadoras ou carabinas. É comum você ver qualquer guarda carregando essas armas.

Guarda do museu em Uganda

Como o museu estava fechado, fomos até uma loja, a tal maldita rua escura que falei no inicio do post. Aliás, não era apenas essa rua. Todo o caminho de volta, cerca de 30 minutos, eu não vi iluminação pública. Era uma quantidade absurda de gente nas ruas e somente iluminado pelos faróis dos carros.

Já as residencias, algumas tinham rede elétrica, outras não. Percebi que a maioria dos estabelecimentos comerciais eram iluminados com velas. Um deles que vendia frango assado, tinha vários frangos expostos num meio circulo com uma vela no meio. Parecia, com todo respeito aos adeptos, mais uma despacho de macumba.

Fiz esse vídeo de um minuto mostrando o trajeto esse trajeto até o hotel. Na parte final do vídeo dá pra ter uma noção da escuridão das ruas.

Na loja que fomos eu acabei comprando o ima de geladeira que eu coleciono para minha irmã e uma pequena escultura feita de pedra sabão que lembra um coração. Segundo as vendedoras, é o símbolo do amor, que, como pequena escultura, não tem começo nem fim.

Símbolo do amor, sem início e sem fim.

Uganda, além ser famosa pela pobreza, é também conhecida pela forma brutal que condena homossexuais. Pessoas que são descobertas gays são presas e se tiver reincidência no crime são condenados a morte. Há ESSE vídeo que mostra o povo queimando um homem vivo em praça pública por ele ser gay. Se você não tem estomago forte, nem clique.

Segundo esse documentário da BBC, Uganda é o pior lugar no mundo para ser gay.

Isso tudo quédizê quem nem pude usar minha peruca rosa pink na rua.

Bom, esse era o mundo fora do resort que a gente ficou. Dentro dele havia desde uma marina para passeios de barco, cavalos para quem gosta montar (minha irmã iria amar), cachoeiras artificiais até uma piscina olimpica.

O meu quarto ficava em uma dessas sacadas na foto abaixo, de frente para pequena marina.

Meu quarto era uma dessas sacadas

Embora tão diferente, achei tudo tão normal. Como falei, depois de um ano, acho que estou acostumando os olhos as diferentes realidades.

3 responses to Uganda!

  1. 
    Mikael Marlon 10/03/2012 às 02:49

    gostei muito,espero que continue postando você.

  2. 
    Vicente Bortolini 05/12/2011 às 14:15

    Bah, se na capital a probreza é assim, imagina nas cidades do interior! Abraço Dan

Trackbacks and Pingbacks:

  1. Três dias em Gana | Dan Rodrigues - Fevereiro 17, 2012

    […] e fui a feira de artesanato local. Accra me surpreendeu, achei que encontraria uma cidade tipo Campala, em Uganda, mas é uma cidade até bem organizada, uma surpresa por ser um destino na África. […]

Deixa um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s