Sobrevivi ao Ramadã em Dubai!

20/08/2012 — 4 comentários

Ontem acabou o sagrado mês do Ramadã, e eu sobrevivi!

O mês do Ramadã é o nono mês do calendário islamico, considerado um mês sagrado para os árabes. Muito deles vão até a Meca rezar um pouquinho, dar umas voltinhas em volta daquela caixa preta que fica dentro da mesquita na Arábia Saudita. Em Dubai, por exemplo, a cidade fica toda decorada com luzes de natal* e as lojas dão muitos descontos. O que é muito útil!

E agora você me pergunta, o que isso muda na tua vida?!

Tudo! Durante o mês do Ramadan os árabes jejuam durante o dia. Só ao final da tarde eles quebram o jejum com a família. Já para nós que não somos muçulmanos, em respeito, a regra vale parcialmente. Comer e beber em público é extremamente proibido, isso refere-se até água mineral. Um amigo foi parado pela polícia há duas semanas por estar bebendo água na rua, isso com a sensação térmica de 55 ºC graus. A solução para alguns restaurantes é tapar as janelas com um tipo de tapume como se as pessoas tivessem fazendo algo libidinoso.

Isso acontece só em alguns, e muito raros, restaurantes. Quase todos são fechados durante o dia. Praças de alimentação dos shoppings ficam fechadas, horários de bancos, restaurantes e até mesmo o de estacionamento de rua mudam durante este mês. E os desavisados, como minha amiga Ana Karina, tomam uma multinha básica.

E pra deixar a vida ainda mais agitada neste mês, todas as boates são fechadas. Um dos únicos estabelecimentos aberto em Dubai é o Long’s Bar, e, embora vendam bebida alcolica, não pode haver música. Imaginem como é divertido!

E nos meus dias de folga, para aguentar esse mês sem a libertinagem de beber água em público nesse calor, eu comprei uma TV linda, aprendi a fazer umas comidinhas e passei o mês em casa. Para os árabes, o mês é ainda mais desafiador, além de não poder comer e beber durante o dia, eles não podem beber nada alcolico e nem fazer sexo. Agora, depois de 1 mês na seca, imaginem como esse povo comemorou o final do Ramadã ontem. Teve gente que voltou pra casa as 8h da manhã!

E essa é a vida do lado de cá, tá pensando que travesti é bagunça?!

4 responses to Sobrevivi ao Ramadã em Dubai!

  1. 
    Jefferson Sousa 09/08/2013 às 20:00

    Se estar insatisfeita vai para sua terra que la você é bem vinda, quanto o país dos outros só resta respeitar os costumes deles. Lembra que quem estar no país deles é você e não eles. Quem estar incomodado que se mude.

  2. 

    Olá Dan,

    Estarei indo sozinha a Dubai dos dias 29/10 a 04/11 e estou completamente perdida.

    Não sei qual hotel ficar, o que fazer, baladas, festas, passeios. Estou muito perdida e morrendo de medo de ficar sozinha por lá.

    O que vc puder me ajudar vou agradecer. Estou lendo bastante teu blog e de outras pessoas, mas, mesmos assim bate aquela insegurança.

    Meu email: cacaamorim2000@gmail.com
    Facebook: Carolina Pinheiro Amorim

    Dá uma força ai, preciso de amigos urgente por ai !!!!

    Obrigada!

    Abraços

  3. 

    Nunca tinha visto um post sobre isso. Achei criativo e de muito bom gosto. Que bons que sobreviveste e a experiência tu vai levar para o resto da vida, Dan. Gostei muito do blog, muito legal. Vai no meu e comenta também? Se gostar, segue que eu sigo de volta.

Trackbacks and Pingbacks:

  1. E começa o ramandan novamente. « Mundiando - Julho 8, 2013

    […] várias vezes ao dia. Para nós, estrageiros ou turistas, muitas regras mudam, como eu disse no post do ano passado. E todo ano a gente acaba se surpreendendo com uma coisa nova. Este ano, o mês sagrado nem […]

Deixa um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s